Home

Resgatando o post da semana passada, responderei alguns dos meus próprios questionamentos e concluirei com algumas considerações.

Um – estou BEGE com a descoberta de que João Pessoa, nesta época ao menos, dá sol às 5h20 e escurece a partir das 17h20! Dizem que às 14h a praia já está xoxa! Só não entendi então porque os passeios começam sempre às 10h ou 11h.

Resposta: é verdade. Em João Pessoa, amanhece cedíssimo, e às 18h já está beeem escuro. Mas a noite é bem agitada! A praia não acaba às 14h, não, mas também não fica muita gente até escurecer. Os passeios são às 11h por causa da maré.

Dois – já fiz a mala e deixei metade do espaço vazio para os artesanatos lindos e baratinhos… Diz que tem, por favor?

Resposta: tem pra caramba.

Três – não tem piada barata de primeiro de abril que me faça dormir… O Gustavo já tentou me pegar dizendo que cancelaram a reserva do hotel. Chegue logo, final do dia!!!

Resposta: Nossa, parece que já foi há tanto tempo…

Sete – estou pulando uns pontos para ver se o tempo passa mais rápido.

Oito – o Gustavo falou que quer comer pastel de bode. Nham, nham…

Resposta: apesar de estarmos ansiosos por um bode, não encontramos nenhum prato com esse tipo de carne… Acabamos ficando só na carne de sol e no peixe…

Nove – como é que todo mundo pra quem eu conto sobre a viagem diz que já foi? Até o moço do elevador me respondeu isso hoje. Quem nunca foi, afinal??? Só eu???

Resposta: apesar das inúmeras manifestações de: “ah, você nunca foi?”, a maioria dos turistas de João Pessoa é do próprio Nordeste. Só encontramos duas mulheres de São Paulo no passeio. Todos os demais tinham sotaque nordestino.

Dez – Último momento para você, pleno conhecedor da região, me dar algumas dicas boas para quem vai ficar apenas 2 dias e meio!

Resposta: obrigada a todas as dicas! Nossos passeios valeram super a pena. Se ficássemos mais uns dois dias, gostaria de visitar o litoral sul (principalmente Coqueirinho e Tambaba) e fazer o passeio de Picãozinho. Ah, adoraria ir à praia de nudismo também, mas já fui vetada. rsrs.

 

CONSIDERAÇÕES FINAIS

– Surpresa: cabra macho o caramba! O lugar parece bem aberto a gays. Vimos vários casais se abraçando sem grandes constrangimentos e algumas casas à noite tinham um foco bem definido.

– O mar: é quente e cheia de algas enroscando no pé, mas a água é verdinha e a praia tem areia branquinha. Não dá vontade de sair da água.

– Bebidas: são muuuito baratas. Na praia, latão de Skol é 2,50, dose de vodca é 3,00 e uísque black label é 9,00. À noite, pasme: os preços são praticamente os mesmos!

– Cidade pequena: jovens andando em torno da praça, pessoal comendo uma tapioca na rua, senhorinhas sentadas na calçada para ver o movimento. Parece familiar? Ok, pode trocar a tapioca pelo dogão e sim! Estamos praticamente no interior.

– Frozen: o sucesso dos bares é a Nevada, uma capirosca frozen que pode ser servida em vários sabores. Tomei de tangerina, açaí e acerola. Muito boas!

– Tapioca: parece que finalmente descobri o que é uma tapioca de verdade! Começamos pela servida pelo hotel, no café-da-manhã, mas que ledo engano… A famosa tapioquinha com respingos de manteiga e levemente recheada com queijo coalho virou cócegas perto do que conhecemos nessa viagem!!!

A viagem foi uma delícia. Incrível como 2 dias e meio podem parecer umas férias e tanto para a cabeça!

Nevada de cajá

Anúncios

2 pensamentos em “João Pessoa: comentários finais

  1. Oi garota!
    Descobri seu blog por acaso, procurando dicas sobre o uruguai (pra onde vou com umas amigas no fim do ano) e vi que vc visitou minha terra querida, João Pessoa!
    A cidade tem esse ar de lugar pequeno mesmo, todo mundo se conhece! Espero que vc tenha passeado pelo centro histórico e visto o por-do-sol na praia (de rio!) do Jacaré.

    PS.: e já anotei suas dicas sobre Colonia, Montevideu e Punta! =)

    • Cecília, que boa coincidência! Amei sua cidade. Conferi o por do sol no Jacaré sim, mas infelizmente não deu tempo de ir ao centro histórico… É bom, assim fico devendo uma nova visita a esse delicioso lugar. Boa viagem no final do ano, vc vai amar o Uruguai. O povo de lá tem vizinhos muito acolhedores e carinhosos. Se eu puder ajudar com mais alguma coisa, conte comigo! Beijos. Cristina.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s